segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Quando tiver a sorte de se apaixonar, não tenha medo. Vai doer, mas parece que vale a pena...

sábado, 17 de novembro de 2012

"

Ela só vai te esperar até seguir em frente" (Visto em: Beauty and the Beast)

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

"

Você acha que sabe de tudo, porque usa preto e sabe usar o Google. Mas é mais complicado que isso." (Visto em: The Neighbors)

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Voltei,
A me sentir acolhido,
Amado.

Voltei,
Ao meu lar,
Teus braços.

Voltei,
A sorrir,
Criar laços.

Decisões.

     Tinha um monte de sonhos, vivia ansiosa e bem ativa, sempre busquei conquistá-los ou fazer por onde os merecesse. Com o passar do tempo, e o devido clichê de quem não aprende com os velhos erros, tomei consciência de que o que antes fora sonho, passou a ser um plano e depois passou a ser expectativa. A partir daí os problemas começaram, o que eu fazia e até então queria, não era eu, eram eles. Minha mãe, minha família, meus colegas, meus amigos, meus professores e até aqueles que só ouviam falar de mim. Sim, tudo passou a ser nada, continuei fazendo tudo, mas fazia pra não decepcionar nenhuma dessas pessoas. Acredito, que se alguém deposita expectativa em você, é porque você vale a pena e tem potencial. Mas passei a ficar triste, a me sentir só... Só se falava sobre o quanto eu era... Enfim.
     Cansada. Larguei tudo, decidi começar do zero. Só que ninguém diz a você quão difícil é tomar essa decisão, o julgamento é pior. A sensação das pessoas olhando pra você é fria. Você se sente fugindo de algo que sempre estará presa, moral. Te fazem pensar que tudo em você está errado. Tentam te fazer se arrepender de cada palavra e pensamento que tivestes até o dia em que criastes coragem para externá-los. É de partir o coração. Olhar a janela às 4h da madrugada não é fácil. Mas você segue vivendo.

Então...


     Um dia alguém me disse que devo chorar por amor e que desilusão faz parte. Que eu posso ter meu momento adolescente e sair pra beber ou fazer compras. Que é bonito o meu sorriso e que devo usá-lo pra conquistar o mundo, antes de conquistar os homens.

O crítico.


     Receber críticas não é fácil. E criticar também não é pra qualquer um.

     Faça um favor a você mesmo, e não seja a pessoa que vai arrumar um jeito “engraçado” de fazer uma crítica destrutiva. Você nunca sabe o limite do outro, e não é recomendado entrar em território desconhecido. Todo mundo tem, pelo menos, um ponto fraco e nem sempre dá pra saber quando puxamos o pino da granada. Não dá pra ser a pessoa que leva tudo na esportiva, sempre. E é muito ruim fazer uma coisa pra se sentir bem, e de repente vir alguém falando besteira. Vamos usar da querida empatia, por favor. 
     Quanto mais teremos que ser infames e egoístas a ponto de não nos colocarmos nem no lugar dos nossos amigos?
     Antes de ser desagradável, pergunte com vai, como está o humor, sobre a vida, a família... Sei lá, qualquer coisa que faça você descobrir um pouco mais sobre o próximo. E então, faça sua piada.

Ou não.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Borrão.


De repente todos parecem uma só pessoa. Quando menos se espera você o vê de costas comprando jornal, e no mesmo instante não se vê ninguém. Sensação estranha de querer o que você não quer, e saber que precisa disso mais do que você considera aceitável.
Você não tem mais moral pra falar de ninguém.

sexta-feira, 13 de julho de 2012


Elas sentem?
A raiva que devora e rege teu ser?

Elas ouvem?
O grito desesperado da tua alma?

Elas veem?
Os teus vazios e negros olhos?

Elas sabem?
Do coração que tiveras e arrancastes?

Elas percebem?
O amor que tens reprimido?

Elas sangram?
As putas que deitam contigo?

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Meus olhos.


Tenho carregado em mim toda a esperança do mundo.
Tenho levo comigo a doçura que as crianças perderam.
Venho catando os cacos pra que outros não se machuquem.
Venho lutando com o mundo, pela bondade intangível.
Ando buscando a canção, que permitiram fugir.
Ando buscando o amor, que insistem me fazer desistir.

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Decerto, por suas ações, deveria supor que possuías bons sentimentos por mim e que corresponder-te-ia alegre, com coração pulsante. Afinal, é o que todas ansiavam. Mas, secretamente, desejava teu declínio. Diferente e alheia a todas as moças eu não guardei sentimentos por ti. Exceto, evidentemente, a indiferença e talvez pena.

Não, não te odeio, mas, ainda secretamente, não te amo.

terça-feira, 6 de março de 2012

Nota sobre o silêncio,

Um dia, alguém me disse que o silêncio é o melhor conselheiro, que nele você encontra as respostas. Hoje eu vejo que isso é certo... encontrei muitas respostas no silêncio. Principalmente no dos outros.

sexta-feira, 2 de março de 2012

Sobre expectativas...

    Ouço com uma frequência assustadora que, as pessoas não criam ou não gostam de formar expectativas, sejam em relação a situações diversas ou outras pessoas, principalmente neste último caso. Dizem que expectativa é ruim e decepcionante. "Vejo" muita gente "revoltada" e "deprimida", porque sofreu algum tipo de decepção e desilusão.
    Já eu, eu gosto de criar expectativas, acho bom e saudável. Mostra que apesar de tudo, tenho esperanças no mundo, na vida e nas pessoas. A decepção faz parte, e mesmo aqueles que juram que não têm expectativas se frustram e se decepcionam. É inevitável.
    Estamos sempre envolvendo as pessoas em algum tipo de situação que, provavelmente, só acontece na nossa cabeça, e quando ela não se realiza ou quando você percebe que a personalidade da pessoa não "permite" que ela haja como você gostaria, você se decepciona. Façamos, então, da decepção algo útil, aprendamos com isso. Mas, que fique claro, não é aprender a não ter expectativas, e sim não ter as MESMAS, criemos outras, inventemos novas situações, sejamos criativos, tentemos entender um pouco das pessoas: suas vidas, seus sonhos... sejamos esperançosos e confiantes.

    Quando alguém me decepciona eu fico feliz, porque sei que ainda tenho muito amor, fé e esperança no meu coração, para continuar acreditando que a vida é boa.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

*Cidade*

Sempre tão iluminada,
Ofuscando o brilho das estrelas.
Sempre tão apressada,
Lutando contra a beleza fundamental.

Black out.

Todos seguem correndo.
Você, para.
Olha pr'o céu.
Vislumbra o que isso trouxe de belo.
-O que você quer: 
Que alguém pare a seu lado e, igualmente a você, admire as estrelas.
-O que você tem:
Um monte de amigos que chamam desesperadamente por você, e quando você diz o que está fazendo... eles te chamam de boba.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

"Tô aprendendo a viver sem você"

Acordei com vontade de chorar, um aperto no peito que me dizia: vazio. Comecei a lembrar dos momentos e pessoas que passaram pela vida. Lembrei de você. Das mensagens de todos os dias e lembrei que nesses dias eu não me sentia só.

Ao meu melhor amigo.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Sobre amor platônico...

Deveras amor platônico não foi feito para mim...
Doí mais que o "amor-convencional", aquele que o outro sabe e pode, ou não, corresponder... você chora, é consolado e aconselhado por amigo e pode seguir vivendo. Doí porque é solitário e muitas vezes julgado tolo. Doí porque a outra pessoa não está, necessariamente, longe de você. Doí pelas diferenças que parecem intransponíveis e imutáveis. Doí porque existem tantas outras pessoas para amar, e só o seu tonto coração não consegue entender. Doí porque você tem que fingir não doer. Doí porque você sabe que o motivo do sorriso dele não é você.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

In

Apetecida por uma súbita vontade de correr, correu.
Não sabia para onde e sequer o porquê,
Não tinha vontade de chorar ou sorrir,
Só correr.

Enquanto corria, pensamentos começaram a surgir,
E também as dúvidas.
Sua mente perturbada deixou-a tonta.

Embriagada com o que lhe ocorrera, tentou parar.
Não conseguia.

Impossibilitada de controlar seus próprios movimentos,
Sentiu-se possuída e incapaz de qualquer coisa no mundo.
Inútil.

Não tendo mais pensamentos,
Nem vontade própria,
Decidiu, então, correr para o resto da vida.
Era o que lhe restara.

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Sinceridade ácida.

Não precisa fingir que se importa, não precisa mentir se não gosta.
Só cuidado ao ser sincero.
Há uma linha ténue entre sinceridade e arrogância.
Não se torne feio, mas sim terno, se faça eterno. Inesquecível, do jeito bom.

Não me trate como trapo, pois fui eu quem esteve com você no seu momento de ser nada.
Não peço reconhecimento e honra, mas respeito e consideração.
Acima de tudo, Educação.
E isso, meu caro, todo o mundo merece.

É elementar!

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

domingo, 15 de janeiro de 2012

Nobre Jardim

No meu jardim há flores,
Lindas.
Mas as pessoas pisam, roubam, arrancam-nas para tirar-lhes as pétalas,
Torturam-nas.
E elas, pobres coitadas, vão com eles,
Gostam de fazê-los e vê-los felizes.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Felicidade é um prazer individual

Descobri hoje que é errado dizer "só sou feliz com você" ou coisas do gênero. Felicidade não é sobre o outro, é sobre você. É sobre como você se sente com seu corpo, sua mente e qualquer coisa que envolva seu estado de espírito, é sobre amar-se acima de tudo. Se você se ama, é mais fácil amar o próximo. Estar bem consigo é algo divino. Ir além dos padrões e sentir-se bem, mesmo que para o mundo você seja mais um esquisito, é algo que ninguém poderá tirar de você.
Felicidade não é aquele alguém que você jura que "não viveria sem", mas a incrível oportunidade que lhe foi dada de estar apaixonada, de sentir-se apaixonada, de poder se apaixonar. É um sentimento que você dá alguém que te AJUDA a ser feliz.

P.S.: Se a sua felicidade É alguém, reveja seus conceitos. As pessoas podem te ajudar a ser feliz, mas elas não podem ser a sua felicidade (elas têm suas próprias vidas para cuidar).